sábado, 18 de outubro de 2008

Calculei eu

Então aqui vai o resultado do problema do post anterior:
Todos souberam fazer, de certeza, mas...

Capital (Co) é igual a 18000 euros ; Taxa (i)= 2% (semestral) O mesmo que 4% ao ano ;
Tempo (n)= 5 anos e 2 meses (5 mais, 2 a dividir por 12)o mesmo que 5,1666666

Juro (j) = Co * n * i …… Juro é igual a Capital, vezes a taxa, vezes o tempo
O Juro é igual a 18000, vezes 0,04, vezes 5,1666666. O que dá: 3719,999999 (± 3720,00 euros)

Se o banco apenas me deu 2610,00…ora portanto é só fazer as contas com máquina de calcular, à mão, ou então pergunta-se ao Guterres:

3720 menos 2610 é igual a 1.110Euros.
Filho da mãe!… Roubou-me mil cento e dez euros!...Que país este!!!

11 comentários:

Fa menor disse...

Eheheheh!!!
... queria-me parecer que a matemática tinha que aparecer por aqui... bem! então e os impostos?

Bijoka*

Multiolhares disse...

Não sei se estas a falar de um deposto a prazo puro,
mesmo que assim fosse tinhas dedução de 20 por cento sobre o juro para o estado.
mas na maior parte destes produtos a longo prazo entre 3 e 5 anos ,
não são D.P puros. ou uma parte do período tem juro fixo. depois parte do dinheiro é convertido em fundo de acções, em o que tem estado muito em vogo, os produtos estruturados.
Eu trabalho em um Banco e sei de alguns que para atingir os objectivos não informam
os clientes do verdadeiro conteúdo do produto
Para a próxima vez pede os folhetos informativos. e lê bem as letras miudinhas

beijinhos

Tiago R Cardoso disse...

estavas esperando o quê ?

mesmo sem fazer contas já se sabia que não davam nada a ninguém.

Manuela Viola disse...

esqueceste-te de deduzir o imposto aos juros finais. É hoje e sempre foi assim.
Mas deves sempre certificar-te que tipo de aplicação fazes.

daniel disse...

Jo Ra Tone

Ah... há... Ah... julgava que era só fazer figura, emprestar ao "banco"! Não tinhas de pagar bem!...
Era bom era!... Poupas, emprestas e pagas, há que pagar!... Então?
Um abraço,
Daniel

LuzdeLua disse...

Eita lelê...
Que sacanagem
Passando, deixo-te um abraço amigo.
Bjs

Filoxera disse...

Se não te roubarem a esperança, já não é mau...
Beijos.

Carla disse...

pois andam por aí uns ladrões de fato e gravata...a parecerem gente honesta.
Pronto mas para compensar deixei-te um prémio lá nos meus "Desalinhos"...se quiseres ir buscá-lo está lá à tua espera
beijos

São disse...

é assim, infelizmente...
Saudações.

Carol disse...

Ó pá, Matemática a esta hora?!

Sabes que estes gajos dos bancos e das seguradoras nunca dão nada a ninguém...

Tenho um desafio à tua espera no Poetiz@r. Espero que o aceites...

Sophiamar disse...

A deitar contas à vida, João? A crise que por aí anda não poupa nada nem ninguém. E todos os cuidados são poucos.

Beijinhos