sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

A tragédia... o horror...

Vinte e sete de Novembro, pouco tempo depois de ter adormecido, cansado da noite escolar, vários estrondos no exterior acordaram-me. Olhei o relógio digital, eram uma e dez.
- Raios! Lá está mais uma vez o gado no camião do vizinho às patadas … lá em baixo os frequentadores do café, que já beberam um copito a mais… ou será algum caçador furtivo da noite?
Os estrondos subiam de intensidade, e de repente …Oh JoAÃÃÃÃooo!
Dei um pulo da cama, fui à varanda, deparei-me com um grande clarão, fumo e faúlhas que vinham das traseiras, da parte lateral da minha casa. Desci e verifiquei que eram os anexos do meu vizinho que estavam a arder. Local onde guarda a lenha, a palha, tudo o que é necessário para a lavoura e consumo de casa.
Como as paredes naquele local são contíguas, enchi vários recipientes com água, e em pijama naquela noite gélida, através de uma escada de madeira, várias vezes subi ao telhado escorregadio pela humidade que se fazia sentir, e atirava os baldes de água para atrasar o avanço do incêndio.
Com a chegada de três corporações de bombeiros de concelhos diferentes, o incêndio foi extinto após duas horas e meia.
Tudo começou com as cinzas e brasas mal apagadas retiradas da lareira, que foram depositadas num local muito próximo da matéria inflamável, causando assim a destruição da casa de habitação quase na sua totalidade.
Após o rescaldo, tomei um longo duche bem quente e assim pude voltar à cama, deitar-me e levantar-me tarde com aquele inferno no consciente.
O cabo telefónico derreteu e fiquei sem comunicação durante este tempo. Fiz duas participações da avaria, e por duas vezes que os técnicos apareceram, retiravam-se, dizendo que iam comunicar ao chefe, pois aquele tipo de avaria não era para eles.
E agora... como já tinha saudades vossas!!!... Voltei… para pôr a net em dia!!!

13 comentários:

Sophiamar disse...

E já tinha tantas saudades tuas, João! Felizmente não houve mortos nem feridos e a tua casa ficou intacta. Imagino a noite horrível que tiveste.

Beijinhos

Bem-hajas!

Tiago R Cardoso disse...

já tinha lido no outro lado sobre a coisa, no mínimo um enorme susto...

Ainda bem que tudo acabou da melhor forma, não deve ser nada fácil.

São disse...

Olá, João!
As saudades também eram do lado de cá do ecrã!
Bom fim de semana prolongado.

Vieira Calado disse...

Também me sucedeu uma idêntica.

Avaria no telefone.

Só 6 dias depois é que apareceram!
Entretanto, cansado de esperar, telefonar e mesmo ir aos escritórios da pt, mudei de servidor de telefone.
Só neste país.

Um abraço

PreDatado disse...

Bem, João foste um tipo corajoso, aliás, duplamente pois além de teres sido o primeiro bombeiro ainda tiveste paz de espírito para te ires deitar e dormires o resto da noite. Quando o chefe dos outros gajos souber disto reparam-te a avaria.

Filoxera disse...

Bem-vindo! E ainda bem que já passou a confusão.
Beijos.

daniel milagre disse...

Jo Ra Tone

Histórias!... E que histórias, quem as vive deve ser, como um pademónio!
E Bombarral também, já que sou da zona. Peniche, Lourinhã e Bombarral.

Por motivos técnicos, a que sou alheio deixei de poder escrever no primitivo blogue e usar a conta.
Abri novo, cuja morada é:

http://www.blogger.com/profile/18365468956488759820

Um abraço,
Daniel

Sophiamar disse...

Venho deixar-te um abraço apertado.Eu sei que a amizade não se agradece mas, depois de tantos problemas, os amigos que aqui fiz e que continuam a visitar-me são pedras preciosas. Tu és uma dessas pedras!E tenho visitado tão poucos blogs! E tenho sido tão ingrata para tantos amigos por onde não passo há tanto tempo.

Mil beijinhos, João!

Multiolhares disse...

não ganhaste para o susto, eu lembro-me quando era menina tinha uns 7 anos e assisti a um fogo na casa ao lado da minha tive muito medo, deve ser terrível
ainda bem que ninguém se magoou
beijinhos

Cátia disse...

Pois é amigo Joao, que coisa que vos havia de acontecer... Fica o susto, o horror vivido, mas felizmente ficaram bem, assim como as vossas coisas...

Força!
Beijinhos

gotadevidro disse...

Realmente uma noite de inferno.

Um cabo das tormentas sem dúvida.

Que susto deverás ter apanhado!!!

Uma boa semana em paz

um beijo

Carla disse...

saudades também nós tínhamos...ainda bem que regressaste espero que refeito do susto
beijos

São disse...

Vim reler.
Tudo de bom.