sexta-feira, 27 de março de 2009

Também quero ser Doutor


(Foto minha)

Muito cedo guardei vacas
Quero dizer,
Uma cabrita do curral!
Hoje já sou crescido
Também quero ser doutor
Mais saber de contas à vida
Dizer que nada sei
Intenção do homem entender
Devoradores de oratórias, palavras...
Os meninos de peito clamam
Desamparados perecem fustigados
Fantasmas do passado
Ofuscam acordados
Politico sorrateiro malvado,
Quero ser doutor!

7 comentários:

Isamar disse...

Serás doutor, João, mas dentro de ti transportas uma riqueza maior. A amizade que te faz um ser diferente.Um ser muito grande!

Queres saber uma coisa? Gosto muito de ti assim como és.

Beijinhos

Bem-hajas!

LUA DE LOBOS disse...

retribuindo a visita que é sempre com prazer que chego ao seu blog, lhe digo que as esculturas são em vidro em bloco.
xi
maria

São disse...

Penso que as pessoas auto -didactas , por vezes, têm um saber mais rico e alargado do que muitas das pessoas com títulos.
Um abraço.

Daniel Costa disse...

Jo Ra Tone

Um belo poema e... E temos um senhor doutor, também formado em poesia, para pensa e alegrar a vida.
Abraço,
Daniel

Multiolhares disse...

Ser doutor pode ser importante, mas não é tudo.
existem coisas que podem ser tão ou mais
essenciais
beijo

Mara disse...

Jo
A Barragem já está visível.
Quanto aos Drs. existem de diversas
qualidades e nem todas são boas :).
Bjs

Carla disse...

esperemos que o teu estágio esteja a correr bem...mas vai passando por aqui, ok?
beijos